segunda-feira, 19 de outubro de 2009

DICAS - FESTAS - como calcular quantidade de alimentos e bebidas

Colegas, não tenho a pretensão de atribuir a autoria dos trabalhos aqui apresentados à mim e, sim compartilhar, com os devidos créditos. Todos os trabalhos tem referência/créditos, para acessar o(a) autor(a), POR FAVOR, clique no link da postagem. Obrigado.

 
 

Enviado para você por Edy pinturas através do Google Reader:

 
 

via Pintando o 7 de Pintando o 7 em 19/10/09


Com quantos números se faz uma festa
Festaviva traduziu numericamente os itens necessários para uma comemoração na medida. Confira e acerte na conta!

Quantos docinhos encomendar? E pratos, quantos alugar? Uma das grandes dúvidas dos anfi triões é a quantidade a ser providenciada de cada item que irá compor a festa. É certo que cada centavo faz diferença no orçamento, então calcular corretamente o que vai ser usado é fundamental. A quantidade - em geral - está proporcionalmente ligada ao número de convidados. Deve-se também levar em conta o tipo de festa pretendido: num happy hour provavelmente se terá menos itens a providenciar do que num jantar completo, que costuma demorar mais para acabar. A seguir, a Festa viva traduz em números, os itens indispensáveis de uma festa.

BEBIDA
Há muitas variáveis - como o perfi l do evento - que envolvem o cálculo do consumo de bebida em uma festa, mas é possível fazer uma média. De acordo com o diretor comercial da Celebrare Bebidas, Vinicius Lopes, características culturais devem ser levadas em consideração. "Se os convidados forem orientais, o consumo de espumante é menor e aumenta o de uísque, porém, por questão cultural, eles vão embora mais cedo, o que diminui o consumo geral". A idade dos convidados também deve ser considerada. "Quando noivos têm entre 30 e 40 anos, o consumo de vinho é maior do que no casamento de um casal com idades entre 20 e 25, já que a maior parte dos apreciadores de vinho está na faixa de idade acima dos 30 e por conseqüência, os amigos do casal também se encontram nessa faixa".

GRAZIELLA WIDMAN

DOCES
O cálculo dos docinhos é relativamente simples. Varia de quatro a cinco unidades/ pessoa, diz a doceira Simone Amaral. Já para os bem-casados, a conta é de dois a três por pessoa. O consumo do bolo, estrela de aniversários e casamentos, é medido em gramas. "No caso do bolo, para um jantar completo com coquetel de entrada e mesa de sobremesas e doces, sugerimos 40 gramas por pessoa. Para bolo e champanhe, 100g por pessoa". Para uma festa de 100 pessoas, exemplifi ca Simone, a quantidade de doces depende do que será servido. Se o esquema for coquetel de entrada, jantar completo e mesa de sobremesas, 400 doces são sufi cientes.

DIVULGAÇÃO

COMIDA
Uma das grandes dúvidas de quem dará uma festa está em fazer o cálculo certo da comida. Para o chef Viko Tangoda, não existe uma proporção fi xa para cada convidado. "Isso depende do tipo de evento. Se for um coquetel, o melhor jeito de calcular é por unidade/convidado. Se for um jantar ou almoço, o melhor é calcular por peso/convidado e número de bufês (montados no caso de serviço franco-americano)", explica. O cálculo de comida/convidado também depende, diz o expert, de quatro variáveis: o perfi l dos convidados, a duração do evento, variedade do cardápio e quantidade total de itens a serem servidos. Confi ra abaixo três sugestões do chef.

As quantidades dos cardápios são calculadas por pessoa


DECORAÇÃO FLORAL

GRAZIELLA WIDMAN

Num casamento, por exemplo, o estilo do casal e o tipo do lugar escolhido para cerimônia e festa influenciam diretamente no número de flores que serão usadas. Há desde arranjos compostos por uma única flor até aqueles com mais de 500. A decoradora Nina Vila afirma que, via de regra, "às pessoas que valorizam os detalhes, tende-se a ser maior o número de arranjos. Às vezes a dimensão do arranjo também interfere. Arranjos maiores são usados em menores quantidades. Em contrapartida, arranjos menores pedem mais quantidades". Levando em conta arranjos menores, Nina aconselha a seguinte conta para uma festa com 100 convidados:

- 15 CENTROS DE MESA
- 8 ARRANJOS NA MESA DE DOCES
- 5 ARRANJOS PARA O BUFÊ
- 2 ARRANJOS PARA O BAR
- 6 ARRANJOS PARA OS LOUNGES
- 6 ÁRVORES DE PAISAGISMO

FOTOS E FILME
Para não perder a mão e querer ficar com todas as fotos da festa é bom contratar uma quantidade média préestipulada. De acordo com a fotógrafa Anna Quast, especialista em casamentos, 160 fotos retratam bem a história do dia do enlace, evento que soma os maiores álbuns. "A quantidade de fotos varia de acordo com o perfil dos noivos e da festa. Nunca entregamos menos do que 500 fotos para que o casal escolha, com a cobertura do making off (preparação), cerimônia e festa". Um fotógrafo só, diz ela, consegue fazer a cobertura de um evento para 100 pessoas. Mas, se essa festa for um casamento com cerimônia religiosa em igreja, aconselha dois, "mesmo para casamentos mais intimistas". A filmagem, outro registro importante, costuma mobilizar no mínimo dois videomakers numa festa para uma centena de convidados. "Com dois profissionais teremos muito mais cenas em ângulos diferentes para criar um vídeo mais interativo, criativo e não cansativo", defende Vinicius Credidio, que lidera uma empresa de videojornalismo. O tempo aproximado de cada filmagem é de 1 hora e 20 minutos, incluindo making off e cerimônia (no caso de casamentos) além da festa em si.

LEMBRANÇAS
Neste item vale a consideração: as lembranças de aniversário têm público diferente das de casamento. "Geralmente a lembrança é dada à mulher e em geral há sempre mais mulheres em festas", explica Sonia De Sorti, proprietária da Prataria Santa Rita. Ela orienta que, numa festa para 100 convidados, devam ser feitas pelo menos 70 lembrancinhas. "Para não faltar", diz. Para casamentos ou festas que vão oferecer bem- casados como lembrança, a medida é de uma caixinha por pessoa, com, no mínimo, dois bem-casados. "É sempre recomendado que se faça 15% a mais para os imprevistos", alerta Jennifer Bresser, proprietária de loja de lembranças homônima. Em caso de mimos muito especiais, pode-se dar um por família, mas, se eles forem oferecidos na festa, não há como ter controle absoluto de que cada família levará apenas um.

JOÃO RIBEIRO

LOUÇAS, TALHERES E UTENSÍLIOS

O mundo de utensílios para serviço de mesa é enorme. Para decodifi cá-lo em números, foi tomada como exemplo uma festa para 100 convidados. Na tabela abaixo, o "kit básico" de acordo com Teresa Bravo Gabriel, sócia da Da Casa, empresa especializada em locação. Para todos os itens citados, Teresa recomenda calcular 10% a mais na encomenda, para contornar problemas como convidados de última hora ou quebras.

-110 GARFOS DE MESA
-100 GARFOS DE SOBREMESA
-110 FACAS DE MESA
-100 COLHERES DE SOBREMESA
-110 PRATOS DE MESA
-100 PRATOS DE SOBREMESA
-200 COPOS

MÓVEIS
Muito prática, a locação de móveis costuma ser a saída para que toda a infra-estrutura mobiliária do evento seja encontrada num só lugar. As sócias da Móbile - empresa especializada neste tipo de serviço -, Cristina Gazel e Mariana Smith, lembram que a quantidade de móveis - em especial os do salão de jantar - está ligada ao tipo de evento. "Caso a festa seja mais informal, o mais comum é misturar mesas de jantar com lounges, bistrôs e pufes, o que garante uma maior movimentação na festa. Uma boa proporção é 60% em mesas e 40% no restante dos móveis", explicam. Para uma festas de 100 pessoas a quantidade está expressa na tabela abaixo. Em casamento e festas de 15 anos, deve-se acrescer móveis para a mesa de doces, de bem-casados e de café na saída do evento. Se a festa tiver bar, pode-se locar módulos especiais.

Com quantos números se faz uma festa
Festaviva traduziu numericamente os itens necessários para uma comemoração na medida. Confira e acerte na conta!

MESAS VARIADAS PARA ACOMODAR 60 PESSOAS
60 CADEIRAS
2 LOUNGES COMPOSTOS (CADA UM) DE:
1 SOFÁ
2 MESAS DE CANTO
1 MESA DE CENTRO
2 POLTRONAS
2 MÓDULOS
4 MESAS BISTRÔ
4 BANQUETAS
6 PUFES
GRAZIELLA WIDMAN

MÚSICA
Um Dj basta para animar a festa, mas a aparelhagem que ele leva... De acordo com o sócio-diretor da TrBr Eventos, Fernando Brandão, num evento para 100 pessoas são necessários - entre som e iluminação - duas caixas de som de pelo menos 300w RMS (potência), uma caixa de sub, dois CD players e um mixer, dois Moving Lights (luzes computadorizadas) com mesa para programação, uma máquina de fumaça, duas luzes negras (aquelas que fazem o branco brilhar no escuro) e por fim uma estrutura de alumínio para dar suporte à iluminação.

O quesito sonorização de festa é um dos poucos que não são diretamente proporcional ao número de convidados. "Não dá muito para se ter este tipo de matemática, pois existem outros fatores que infl uenciam no dimensionamento do equipamento, como se o local é ao ar livre ou não, o espaço que temos para montagem da pista de dança, etc. Da mesma forma o tipo de equipamento que se usa para um evento de 100 pessoas é bem diferente do que o de 500 pessoas", explica Brandão. Ou seja, não é porque sua festa terá 800 convidados que a quantidade de equipamentos tem que ser maior. Basta que ela seja bem aplicada.


PAPELARIA
É um dos itens em que muitos anfitriões perdem a conta na hora de mandar imprimir. Para evitar desperdícios, o cálculo é simples: "Um por casal é suficiente, tanto para convidar como para agradecer. Pode variar dependendo do número de convidados que estiverem solteiros e sem acompanhantes", ensina o sócio-diretor da Grafjet Alexandre Graziadio. É aconselhável que tudo seja pedido com três meses de antecedência.
LUCAS FONSECA


 
 

Coisas que você pode fazer a partir daqui:

 
 

Nenhum comentário: